Blog

Como escolher o melhor modelo para a sua campanha

Todo mundo está cansado de saber que a publicidade é a verdadeira alma do negócio, que quem não é visto não é lembrado, entre tantos outros ditados populares com o mesmo efeito.

Além disso, todo profissional de comunicação e marketing também está careca de saber que a escolha dos modelos para estrelar uma campanha é um dos passos mais importantes. Afinal, são eles que irão personificar o produto ou serviço, criando a tão desejada empatia imediata, uma identificação profunda com a marca e desenvolvendo um desejo profundo de se parecer com aquela pessoa.

Pesquisas recentes comprovam que qualquer marca que utiliza pessoas em suas campanhas costuma conquistar resultados muito mais rápidos e eficientes. Afinal, a pessoa se identifica com o modelo e isso acaba o aproximando ainda mais do produto ou serviço que está sendo divulgado, independentemente do tipo de público-alvo que se deseja atingir.

Resumindo, acertar no modelo pode ser o primeiro passo para uma campanha de sucesso. Por isso, além de todo o tempo investido no planejamento da campanha, é preciso dar uma atenção mais do que especial na escolha dos modelos, tarefa que muitas vezes é temida pelos publicitários.

Mas então, como escolher o melhor modelo para cada campanha? Quais cuidados precisam ser levados em conta neste momento tão importante?

Pensando nisso e na dificuldade que muitos profissionais de comunicação e marketing encontram na busca e na escolha dos modelos, separamos algumas dicas infalíveis que vão te ajudar e muito nesta tarefa. Anota aí:

1. Pesquise seu público

Isso não é novidade para nenhum profissional de marketing. Mas, muitas vezes, a pesquisa com o público-alvo acaba girando somente em torno do tipo de consumo do que da personalidade da pessoa. Pesquisas voltadas à parte mais estética também são importantes, assim como também conhecer o consumidor final do seu produto, que tipo de lugar costuma frequentar, em quais ocasiões usa a sua marca, o quê o faz escolhe-lo, seu lifestyle, etc…

Antes de sair escolhendo o tipo de modelo que mais atrai a atenção de quem vai aprovar a campanha, faça pesquisas com quem vai comprar os produtos. Com que tipo de pessoas eles se sentem mais confortáveis? Com que tipo físico mais se identificam? Ou dependendo do tipo de produto, qual tipo de pessoa eles gostariam de ser?

2. Escolha o modelo de acordo com o objetivo final da campanha

Diferentes campanhas podem ter o mesmo resultado com formas de abordagem diferentes. Por exemplo, para alguns tipos de público, o melhor a se fazer é optar por campanhas que representem o cotidiano das pessoas, se aproximando do que elas já são.

Nestes casos, o ideal é optar por modelos que representem o que as pessoas são. Mães, pais, filhos, estudantes, enfim… Qualquer pessoa que se aproxime mais do que seu público realmente é.

Para outros tipos de campanha, o objetivo é fazer com que a pessoa deseje ser diferente do que ela é, como um estímulo para uma vida ideal. Para estas situações em especial é preciso optar por modelos que possuam as características que as pessoas desejam ter, geralmente com beleza superior.

3. Não acredite somente nas fotos

Fotos podem enganar. De forma alguma confie somente nas fotos que enviarem para você na hora de tomar a decisão final na escolha de um modelo. Solicite para a agência de modelos um teste presencial e selecione diversos modelos para o mesmo fim.

Com o teste pessoal, você será capaz de verificar qual é a aparência real de cada um dos modelos e se realmente se encaixam no perfil de clientes que deseja conquistar.

Isso sem falar que alguns modelos costumam mudar o visual de vez em quando. Conhecê-los pessoalmente traz a garantia de que você está realmente contratando a pessoa ideal para sua campanha.

4. Onde a campanha será veiculada?

Ao planejar uma campanha, você decide cuidadosamente os melhores veículos e meios para assegurar que irá alcançar quem deseja, não é mesmo?

Pois é. Este mesmo pensamento pode também ser levado em consideração para a escolha de modelos. Caso seu público-alvo seja muito complexo e vasto, optar por diferentes modelos para representar a marca nestes diferentes meios pode ser uma boa estratégia.

Além disso, é preciso verificar a desenvoltura do modelo na situação onde ele precisará atuar. Principalmente em campanhas gravadas em vídeo. Nestes casos, além da imagem do modelo, é preciso levar em consideração a capacidade de atuação, voz, dicção e muito mais.

Para este tipo de situação, o melhor que se tem a fazer é executar testes de elenco. Cada ator recebe um texto e precisa decorar e atuar no dia do teste. Você pode usar o roteiro real ou fazer um adaptado, dependendo do grau de confidencialidade que deseja para sua campanha.

5. Prefira modelos profissionais

A contratação de iniciantes pode até ser mais barata, mas pode comprometer e muito o resultado final da sua campanha. Prefira contratar modelos experientes, que já participaram de diferentes projetos. Eles poderão acompanhar a direção do projeto com mais agilidade, trazendo até possíveis economias com a locação de equipamentos e estúdios.

6. Cuidado especial com crianças

Caso sua campanha peça a atuação de crianças, fique preparado para possíveis imprevistos. Não é raro crianças se comportarem de forma exemplar nos testes e no dia da gravação simplesmente se recusarem a fazer parte de tudo.

Por isso, quando for fazer a escolha de crianças para campanhas, sempre selecione mais de um modelo. Assim, você fica tranquilo sabendo que pode contar com um plano B caso o A não esteja disposto a participar.

7. Cuidado com a escolha da agência de modelos

Não saia por aí pesquisando rostos de forma indiscriminada sem primeiro verificar qual é a agência que eles participam. E evite ao máximo contratar modelos de forma indiscriminada, sem ter a agência para fazer a intermediação.

Uma boa agência de modelos é a melhor parceira para qualquer tipo de trabalho, pois ela sabe indicar os profissionais ideais para cada tipo de ação, levando em consideração não somente a aparência física, mas também a desenvoltura e linguagem utilizada por cada um.

Além disso, trabalhar sempre com a mesma agência garante uma grande otimização de tempo, pois ela saberá acertar quais os modelos que mais se adaptam com o tipo de trabalho que precisa.

Uma agência de modelos também facilita todo o processo, já que a contratação, contato e garantia de que o modelo vai realmente aparecer para o trabalho fica por responsabilidade total da empresa.

Agora ficou mais fácil, não ficou?

Com estas dicas vai ficar muito mais tranquilo acertar em cheio na escolha dos modelos. E, com isso, sua campanha também alcançará o sucesso de forma muito mais rápida.

Veja mais artigos Atitudes que atrapalham a carreira de modelo

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado